urucum digital

Dando cor às ideias

Tag:

HYRULE HISTORIA: ZELDA 25TH ANNIVERSARY

The Legend of Zelda foi um dos jogos de fantasia e aventura mais legais já lançados, daqueles que nos fazia ir na locadora quase que todo dia (se você sabe o que é uma locadora então você está ficando velho), era um custo manter aquele save intocável sem que ninguém apagasse!

As histórias do jogo são bem coerentes e a arte sempre encantou, claro que de acordo com a época de cada versão.  Existem fanarts espalhados por toda web, mas artes oficiais nem tanto assim, principalmente quando se trata de concept art. Uma dica legal pra quem gosta do jogo, e da arte também, é o livro Hyrule Historia: The Legend of Zelda 25th anniversary, produzido pela Nintendo. O editor do livro é Eiji Aonuma, um dos criadores da série. São 274 páginas com ilustrações e informações sobre toda a história de “The Legend of Zelda”. Infelizmente o livro foi lançado apenas no Japão, mas você pode conferir algumas páginas em historyofhyrule.com ou comprar pelos sites da vida.

Deixe um comentário
HUGH HARMAN E RUDOLF ISING, OS PADRINHOS DA ANIMAÇÃO
Hugh Harman e Rudolf Ising

Você já deve ter ouvido por aí que o dinheiro move o mundo, bom esses dois caras são a prova viva disso. Hugh Harman e Rudolf Ising são nada mais nada menos do que os responsáveis pela criação dos maiores estúdios de animação que já existiram. São eles que criaram o estilo de animação e alguns dos personagem que tornaram possível a existência do Mickey, Tom e Jerry, Pica pau, Looney Tunes, e por aí vai.

Mas se eles não criaram esses personagens, como exatamente são os responsáveis? Acontece que eles formaram os times responsáveis e desenvolveram juntos, técnicas e personagens que fizeram possível o início de estúdios de animação como Walt Disney pictures, Warner Bros Pictures e Metro Goldwyn Mayer (MGM), ajudaram particurlarmente em coisas como aquele estilo do pica-pau loucão, do topete pra cima, na criação do conceito do próprio Mickey. O caso é que o estilo deles era único e reconhecível por qualquer um que fosse fã de desenhos animados. Em outras palavras, eles foram os caras que fizeram você se apaixonar por desenhos animados quando criança.

Você já deve ter escutado alguém dizer coisas como “eu gostava dos primeiros desenhos do Tom e Jerry, os mais novos são bons, mas os antigos são melhores”. Isso porque Harman e Ising tinham um  estilo de animação e desenho todo único, davam personalidade aos desenhos. Mas se eles eram tão bons porque não existem personagens criados 100% por eles? Como eu disse, o dinheiro move o mundo, simplesmente por falta de recursos. Os donos de estúdios eram os donos da bola, quem tinha o dinheiro que fazia o mundinho da animação girar. Harman e Ising tiveram inclusive os direitos de um de seus personagem tirados deles por causas contratuais. Tentaram inclusive criar seu próprio estúdio de animação, mas sem sucesso.

Mas nem tudo são lágrimas, quer ver que você conhece o trabalho deles? Lembra de uns desenhos muito bacanas que passava na Rede Globo, BEM cedo, quase de madrugada, intitulados “Biblioteca de Desenhos Animados”? Pois é, muitos desses desenhos foram feitos por essa dupla enquanto trabalharam para a MGM. No Brasil conhecemos como “Biblioteca de Desenhos Animados”, mas essa série se chamava “Happy Harmonies” a Hugh Harman and Rudolf Ising Cartoon.

Para quem quiser saber mais sobre eles esse vídeo é bem legal.

E se você quiser matar saudade de alguns desenhos da “Biblioteca de Desenhos Animados” aqui vão alguns deles:

The First Swallow (1942)
The Chinese Nightingale (1935)
Hittin’ the Trail to Hallelujah Land (1931)
To Spring – Happy Harmonies (1936)

Por causa dessa dupla os primeiros grandes estúdios de animação existiram e abriram caminho para outros mais atuais.

Deixe um comentário
EL EMPLEO

Curtametragem de animação, Ganhador de 103 prêmios internacionais.

CUERDAS

Esse curta conta a história de Maria e seu amigo com paralisia cerebral. É uma história emocionante que nos mostra como temos muito que aprender sobre conviver com diferenças. Ele me lembrou muito um outro curta que também fala sobre diferenças. Cuerdas é ganhador do “Prémio Goya” na categoria de melhor filme de curta-metragem de animação.

1 2 3 4 11