urucum digital

Dando cor às ideias

Tag:

Deixe um comentário
5G BRASILEIRO COMEÇA A NASCER NO CEARÁ

A Universidade Federal do Ceará e a Ericsson trabalham no desenvolvimento da tecnologia 5G no Brasil. A parceria volta-se para o estudo de novas faixas de espectro – chamadas ondas milimétricas – sistemas com alta densidade de antenas, comunicação entre dispositivos e redes heterogêneas. Mais de 40 profissionais entre pesquisadores, alunos e funcionários atuam em três frentes num laboratório em Fortaleza: pesquisa, patentes e padronização.

Segundo o diretor de Inovação da Ericsson, Edvaldo Santos, o diferencial da próxima geração da internet móvel – prevista para 2020 – será ampliar a qualidade dos serviços oferecidos. Atualmente, explica ele, é necessário dividir o tráfego entre envio e recebimento de dados. No futuro, a expectativa é que seja possível realizar as duas atividades simultaneamente.

Com velocidade mais rápida, latência mais baixa e melhor desempenho em áreas de alta densidade populacional, o 5G deverá representar uma evolução da experiência do usuário, além de permitir novas aplicações com impacto para os consumidores – a partir de recursos como controle de segurança de tráfego e internet tátil – e empresas, com sensores e redes capilares, por exemplo.

O estágio de pesquisa e desenvolvimento da tecnologia no Ceará ainda é embrionário, portanto, é difícil prever com exatidão o ganho na velocidade de conexão. Em teste recentemente realizado na Suécia, a Ericsson diz ter alcançado a taxa de 5 Gbps, isto é, 250 vezes superior aos padrões atuais do 4G/LTE.

Santos explica que os estudos realizados em solo brasileiro são complementares ao que está sendo desenvolvido no exterior. Coreia do Sul e Reino Unido são alguns dos países que já investem pesado para tomar a dianteira da nova geração da internet móvel. E, segundo o especialista, existe um esforço comum pela padronização de termos referentes à tecnologia.

Uma das principais mudanças em curso deverá estar relacionada às antenas. “As antenas grandes de 3G e 4G não serão mais utilizadas. É provável que existam antenas menores e mais próximas, como acontece com postes de luz. Assim vai ser viável entregar a velocidade e qualidade que o usuário demanda”, conta o executivo.  Para ele, o principal desafio será conectar a nova tecnologia àquelas já utilizadas.

Via Olhar Digital

Deixe um comentário
MICROSOFT, WINDOWS E O NOVO NAVEGADOR “SPARTAN”

As empresas mais bem sucedidas no mercado são aquelas que escutam o que os usuários/clientes querem. Essa nem sempre foi exatamente a política da Microsoft, que durante anos foi pioneira em vários campos e sem nenhuma concorrência, e isso nos fez ter que engolir muita coisa. Mas os tempos mudaram meus amigos, com os avanços da concorrência a empresa do Windows está tendo que correr atrás de melhorias, como por exemplo um melhor design e funcionamento do sistema operacional Windows, e ainda, optar por encerrar coisas como o MSN e o Orkut para dar espaço ao Skype e o Google+ e por aí vai.

O caso é que finalmente as piadas sobre o mais lento navegador da Internet, o Internet Explorer, irão parar! A Microsoft está desenvolvendo secretamente um novo navegador, especial para o Windows 10, e alias, se você for um desenvolvedor e estiver interessado em participar da criação do novo Windows 10, você pode!

Clique aqui para saber como participar

O Windows 10 é o novo sistema operacional da Microsoft anunciado em 2014 para computadores desktop, dispositivos 2 em 1 e smartphones da companhia.

A promessa é que o novo sistema operacional seja completamente adaptável a qualquer tela e seja uma evolução dos já conhecidos Windows 7, 8 e 8.1. Podemos esperar ainda por novidades como múltiplas áreas de trabalho, abertura de apps baixados na Windows Store em janelas comuns no desktop (isso será legal) e atendendo a pedidos, a volta da opção de se usar o menu iniciar. Apesar de muita gente se assustar com os novos Windows, acredite é muito mais fácil você digitar o que quer do que usar o antigo menu iniciar, mas… como eu disse, a Microsoft está preocupada em escutar a clientela finalmente.

O novo navegador do Windows 10 tem o codinome Spartan, sim codinome, pois ele ainda não tem um nome oficial e é importante frisar que ele não é o IE 12! Mas não quer dizer também que ele seja melhor ou pior que o antigo Internet Explorer, precisaremos esperar para ver.

Spartan usará o motor Chakra JavaScript da Microsoft e o motor de renderização Trident (não WebKit) da Microsoft.

Segundo Brad Sams do Neowin, o navegador vai ter um design mais próximo do Chrome e Firefox (alguém tinha dúvidas quanto a isso?) e também vai suportar extensões.

O mais interessante serão algumas novas funcionalidades incríveis que devem melhorar a experiência de navegação na Internet. Aparentemente, o Spartan vai suportar comandos de voz, como “adicionar aos favoritos”, “definir como minha página inicial”, ou “ir para Facebook.com”.

Além disso, o Spartan também será capaz de executar diferentes navegadores no seu interior, com o apertar de um botão. Por exemplo, os usuários podem dividir o navegador em quatro janelas, onde será exibido uma pré-visualização de quatro maneiras diferentes de ver o site em questão, desde que esses navegadores também estejam instalados no mesmo dispositivo, podemos ter em mente que esse navegadores serão os mais populares: Google Chorme, Mozilla Firefox, Opera e outros.

Sams também informou em 29 de dezembro que a Microsoft tem duas versões diferentes do Trident em obras, que aparentemente a empresa tem dois navegadores baseados no Trident em desenvolvimento.

No entanto, Mary Jo Foley revela agora com base em suas fontes, que o Spartan não é o Internet Explorer 12. Em vez disso, Spartan é um navegador novo, leve que a Microsoft está construindo, a partir do zero (já era hora não é verdade?).

O Windows 10 (pelo menos a versão desktop) terá o novo Spartan e o IE 11. O IE 11 vai estar lá por questões de compatibilidade com versões anteriores de alguns sites e sistemas. Já o Spartan estará disponível tanto para desktop como para dispositivos móveis (smartphone/tablet) rodando o Windows 10, disseram as fontes. Há uma pequena possibilidade do Spartan estar incluso na próxima build do Windows 10 Technical Preview e a versão móvel deverá estar disponível para desenvolvedores no início de 2015.

O Spartan PODE fazer parte de um plano para levar os produtos Microsoft para outros sistemas operacionais, ou não… mas não descartem essa possibilidade ainda.

Mas então como esse Spartan se parecerá? Segundo o que tem sido divulgado, o navegador está em seu terceiro redesign e a imagem abaixo pertence a sua segunda versão.

É… a ideia é boa, mas acho que a Microsoft tem que dedicar mais tempo no design da coisa toda.

Informações: Teciber e Windows

NAVEGADOR QUE DISTRIBUI INTERNET VIA TORRENT JÁ PODE SER BAIXADO

BitTorrent disponibilizou hoje a primeira versão beta do Maelstrom, navegador da empresa que usa o conceito do torrent para distribuir o acesso à internet.

Por enquanto, só quem usa Windows poderá baixar a novidade, que segundo o BitTorrent já conta com mais de 10 mil usuários desenvolvedores e outros 3,5 mil publicadores – que tiveram acesso antecipado.

Construído sobre a mesma arquitetura do Chrome, o navegador faz com que páginas não precisem ser hospedadas em um servidor; ao invés disso, são os próprios internautas que as mantêm no ar – exatamente como ocorre com arquivos torrent.

Quando uma página torrent (como eles chamam esses sites) é colocada no ar, seu publicador fica sendo o hospedeiro. Assim que recebe uma visita pelo Maelstrom, o visitante passa a dividir a hospedagem; quando um terceiro internauta chegar ao endereço, fará a conexão com dois “servidores” e ainda se tornará mais um.

Essa arquitetura, segundo o BitTorrent, serve tanto para democratizar a distribuição da internet quanto para inviabilizar os ataques de negação de serviço, um dos métodos mais eficazes de se derrubar um site atualmente.

Para baixar, clique aqui.

Via Olha Digital11